Resenha de uma bitch – Sob a face do poder – J.C. Ponzi

Quando a gente acha que vai se cansar de um estilo Al Capone,  e que precisa de um mocinho a moda antiga que luta pelo amor da bela dona e sofre por amor até o final do livro… MENTIRA! Acho que se existe uma coisa da qual eu não enjoo é um bom livro de mafioso mandão que é dono da zorra toda e uma garota petulante e decidida que não tem medo de ir atrás do que quer, mesmo que possa custar a sua vida.

Continuar lendo “Resenha de uma bitch – Sob a face do poder – J.C. Ponzi”

Anúncios

Resenha de uma bitch – O extraordinário R. J. Palácio

“O essencial é invisível aos olhos”, essa frase do meu livro preferido nunca fez tanto sentido para que eu  lesse um outro livro.

 Uma criança que nasce com uma deformidade no rosto e já passou por inúmeras cirurgias de correção. E o que se tornou aceitável para ele, é extremamente ruim para quem o vê pela primeira vez. O problema é que a aparência não é capaz de expor a mínima porcentagem possível da alma linda e resiliente a qual seremos apresentados.

Continuar lendo “Resenha de uma bitch – O extraordinário R. J. Palácio”

Resenha de uma Bitch – Heart Recaptured Tillie Cole

Porque a gente ama sofrer, né…

Existem livros que nos encantam pelos detalhes, outros nos impactam pela bagagem que nos entregam. Eu odiei e me irritei com a Lilly muitas vezes, e  me apaixonei completamente e absolutamente pelo Ky.

Continuar lendo “Resenha de uma Bitch – Heart Recaptured Tillie Cole”

Resenha de uma Bitch – It Ain’t Me, Babe! Tillie Cole

Quando você é induzido a ler uma série da Tillie Cole, a rainha dos Darks bombásticos, se imagina sofrendo, chorando, morrendo de amores pelos personagens, mas nunca imaginei que estaria presa no dedo mindinho pelos Mcs mais fantásticos.

Styx é o Hangmen mudo, o Prez, que não fala e nunca perde a cabeça. Preso numa paixão de uma única visão do anjo com olhos de lobo. Continuar lendo “Resenha de uma Bitch – It Ain’t Me, Babe! Tillie Cole”

Resenha de uma bitch: CAGE – Andy Collins

Hey, bitches!!

Com muita alegria vou falar hoje de um Romance Dark nacional que está sendo lançado HOJE!! Isso aí! A Autora Andy Collins assumiu a coragem de encarar os caminhos sombrios da literatura! Pensa na ansiedade e expectativa que eu fiquei ao saber sobre CAGE!! Bitch, que Homem!!! Continuar lendo “Resenha de uma bitch: CAGE – Andy Collins”

Resenha de uma bitch: Roleta Russa – Gisele Souza

Nossa resenha indicação  de hoje vai para o Nacional Roleta Russa da Gisele Souza. Bora Ler a sinopse e depois te digo porque ler  esse livro:

Roleta Russa
Série: Família Gazzoni – Volume 1 – Primeira Parte
Autora: Gisele Souza

Sinopse

Você já parou para se perguntar se tem o controle total da sua vida? Nunca se sentiu como uma marionete com cada passo meticulosamente planejado por outras pessoas? Já ficou sem saída?

Minha vida sempre foi cercada de perigo, crimes e violência. Tive a alma marcada pela morte. Nunca acreditei que tivesse direito à luz depois de andar pelas sombras… Sempre soube qual era o meu destino e aprendi a me ajustar ao que não tinha opção.

Então, tudo se tornou um tabuleiro de xadrez. Você precisa dar o xeque-mate ou é eliminado.

Quando não se tem muito, não há nada a perder.

Sou Enzo Gazzoni, meu nome é como uma oração para alguns e uma maldição para outros.

Escolha seu lado da Roleta e torça para não ser o sorteado.


Ficha Técnica do Livro
Páginas: 240 | Papel Pólen | Formato: 15x22cm | ISBN: 9788568056394 | Idioma: Português


Sobre a Autora

Gisele Souza é natural de Volta Redonda, interior do Rio de Janeiro. Leitora compulsiva, apaixonada por livros, filmes e séries.

Começou a se aventurar no mundo da escrita em 2013, tornando-se best-seller na Amazon com a série “Inspiração”.

Realizando-se pessoal e profissionalmente, não consegue vislumbrar seu futuro sem as histórias e personagens que tomaram conta do seu dia a dia.

Mãe de um menino lindo e esperto, casada com seu eterno namorado, considera-se uma pessoa simples com sonhos a serem realizados e desejos alcançados.

Quanto ao livro:

Sou uma verdadeira viciada e apaixonada por livros de mafiosos, gangster e  essa linha Bad Boy e me interessei de cara por roleta russa por achar que ele seguiria  essa linha Dark.

Porém me  deparei com um mafioso doce, cheio de sonhos e outras aspirações  que carrega o peso de um sobrenome e se vê  transformado pelas perdas da vida. Destinado a seguir os passos do seu pai, que tanto lhe amou e protegeu, mas não  o preparou para assumir seu papel na família.

Viver uma vida que não  se deseja, passar sua existência  fugindo do destino e num piscar de olhos descobrir que sua falta de posicionamposicionamento  pode ter  sido o fator principal da destruição do seu coração?  Tive meu próprio coração  esmagado e algumas piscadas longas a base de muita hidratação  ocular.

É  difícil falar do livro sem querer contar cada detalhe e tentar entender o porquê de tais coisas acontecerem. Enzo Gazzoni é  o tipo do cara mau que faz qualquer mocinha inocente querer se mudar pro lado negro da força  e nem se importar de viver no escuro.

Lembra que eu comentei no início  que xinguei a autora?

Pois bem, foi porque ela fez um bad boy pra gente se apaixonar  e suspirar, desejar ser chamada de “Mia Bella” e depois esmagar como um inseto.

Na luta interna  por assumir seu lugar herdado, o dono da porra toda pode ter perdido o grande amor da sua vida, quando preferiu se trancar em suas tragédias  do que abrir as portas para que sua amada pudesse entrar para ajudá-lo a caminhar.

Espero ansiosa pelo livro 2, e finalizo com 2 R para definir meus sentimentos  para o próximo.

IMG_20170926_231114_340